Ratinho Júnior conhece detalhes das medidas restritivas das nove cidades do Oeste

 

O governador Ratinho Júnior conheceu nesta quarta-feira (12) detalhes das medidas determinadas pelas nove cidades do extremo Oeste na prevenção da covid-19. “O uso de máscara e álcool em gel, e a higiene constante das mãos devem continuar”, disse Ratinho Júnior, que recebeu o prefeito Chico Brasileiro no Palácio Iguaçu, em Curitiba.

“Estamos muito preocupados. Mesmo com a vacinação, as medidas sanitárias devem continuar”, completou o governador. O deputado Hussein Bakri, que representa Foz do Iguaçu no Legislativo, e o secretário estadual de Desenvolvimento Urbano e Obras João Carlos Ortega acompanharam o encontro.

Foz do Iguaçu, Santa Terezinha de Itaipu, São Miguel do Iguaçu, Itaipulândia, Medianeira, Missal, Serranópolis do Iguaçu, Ramilândia e Matelândia fazem parte da estrutura de atendimento da 9ª Regional de Saúde.

 

Demandas

Chico Brasileiro relatou ao governador Ratinho Junior que a decisão foi tomada de forma conjunta pelas nove cidades e as demandas da região foram apresentadas ao Ministério da Saúde em Brasília. O prefeito pediu que o número de vacinas contra a covid seja proporcional aos moradores que são atendidos na cidade, que podem duplicar a população de 255 mil habitantes.

“O governador entendeu bem a recomendação das cidades da 9ª regional e as demandas apresentadas por Foz do Iguaçu em Brasília. Além da vacinas, precisamos de insumos para o teste (RT-PCR) do coronavírus, já que temos um convênio importante com a Itaipu Binacional”, completou. O prefeito ainda se reuniu com o secretário estadual de Saúde, Beto Preto.

As nove cidades da região decidiram nesta terça-feira (11), em Medianeira, adotar medidas mais restritivas aos finais de semana para reduzir o número de casos e hospitalizações. O fechamento das atividades e a restrição da circulação de pessoas acontecerá neste e no próximo final de semana com fechamento do comércio às 17 horas de sábado, e toque de recolher das 18h de sábado até as 5h de segunda-feira.

Em Foz do Iguaçu, a ocupação de leitos de UTI está em 100% no Hospital Municipal Padre Germano Lauck, referência no tratamento para a região Oeste. Nos nove municípios da região são quase 50 mil casos da doença desde o início da pandemia e 1.071 óbitos, 813 em Foz. “Ao flexibilizarmos as medidas restritivas, o número de casos voltou a subir e a preocupação é viver novamente o que vivemos em março. Será devastador. O hospital municipal está com 100% de leitos de UTI ocupados, mas não temos profissionais para trabalhar, por isso não temos como abrir novos leitos”, disse Brasileiro.

 

 

Assessoria

Facebook
Google+
Twitter
× Como posso te ajudar?