Fonoaudiólogos do Hospital Municipal têm papel fundamental na recuperação de pacientes com covid-19

 

A equipe de fonoaudiologia do Hospital Municipal Padre Germano Lauck, referência no atendimento aos casos de covid-19, tem desempenhado um papel fundamental para a recuperação das pessoas infectadas pelo coronavírus. O trabalho para devolver a fala daqueles que são intubados é essencial para dar mais tranquilidade aos pacientes, que podem voltar a conversar com suas famílias por chamada de voz.

Os cinco fonoaudiólogos que atuam no Hospital Municipal atualmente integram uma equipe multidisciplinar que oferece aos pacientes um cuidado integral no dia a dia da unidade hospital, com orientações, avaliações e um trabalho de reabilitação, para que possam ter uma recuperação mais rápida.

Assim como os demais profissionais da instituição, a equipe de fonoaudiologia precisou se adaptar a uma rotina mais intensa e desafiadora no enfrentamento à pandemia da covid-19. Os fonoaudiológicos atuam com foco na reabilitação da disfagia, que é a dificuldade para engolir, e a redução do risco da broncospiração, quando alimentos, líquidos, saliva ou vômito são aspirados pelas vias aéreas.

De acordo com a coordenadora da equipe, a fonoaudióloga Tatiane Cruz Bernardo, o Hospital Municipal tem como diferencial neste trabalho de válvulas de restabelecimento de pressão subglótica, mais conhecidas como “válvulas de fala”, que possuem um papel fundamental nas estratégias de reabilitação. “Além de reduzir as broncoaspirações por saliva e suas complicações, esssas válvulas permitem uma alimentação mais segura, reduzindo a necessidade de múltiplas aspirações traqueais diárias, auxiliando no processo de desmame do oxigênio e decanulação”, explica a fonoaudióloga.

A fonoaudióloga complementa que “todo esse processo vem a favorecer a alta hospitalar, ajudando a devolver a voz ao paciente que consegue, por exemplo, falar com a família por uma chamada de vídeo, sentindo-se mais tranquilo e seguro, mesmo ainda traqueostomizado”.

Para o diretor-presidente do Hospital Municipal de Foz do Iguaçu, Sergio Fabriz, o trabalho de todas as equipes multidisciplinares, como a de fonoaudiologia, é complementar e fundamental para a recuperação dos pacientes com covid-19. ”Mais do que nunca, entre as equipes há um respeito mútuo, uma valorização de cada especialidade, priorizando e garantindo uma assistência integral e eficaz aos pacientes”, avalia Fabriz.

 

 

Assessoria

Facebook
Google+
Twitter
× Como posso te ajudar?