Banco de Leite de Foz celebra Dia Mundial da Doação de Leite Humano

A data de 19 de maio marca uma celebração importante de proteção e promoção: o Dia Mundial da Doação de Leite Humano, alimento exclusivo do bebê nos primeiros seis meses de vida. Para comemorar o dia, o Rotary Club Foz do Iguaçu promoveu um encontro no Banco de Leite de Foz com doadoras e representantes das entidades parceiras que mantém a unidade. O evento foi na quinta-feira, 19.

Estiveram presentes representantes do Rotary Club, Hospital Ministro Costa Cavalcanti (HMCC), Prefeitura Municipal de Foz do Iguaçu e Itaipu Binacional, além de outros convidados e imprensa. A proposta foi lembrar e destacar a importância da doação de leite.

A enfermeira coordenadora da unidade, Roseli de Oliveira, reconheceu a importância do ato da doação, e agradeceu as mães. “Celebramos hoje o dia de todas que doam leite, uma tarefa que não é fácil, mas necessária. Um muito obrigado a todas, e um agradecimento especial as entidades e imprensa que nos ajudam a manter o trabalho aqui realizado”, falou.

A doação de leite materno aumenta as chances de recuperação e sobrevivência de bebês prematuros e/ou de baixo peso que estão internados em Unidades de Terapia Intensiva (UTI) neonatais e Unidade de Cuidados Intermediários (UCI). Depois que a mãe doa, o leite passa por um processo de análise, pasteurização e controle de qualidade, para então ser distribuído. Segundo a gerente da UTI Neo e UCI do HMCC, Cássia Estabelini, o leite materno é o melhor alimento para esses bebês. “Neste processo em que os recém-nascidos estão internados na unidade de terapia, por quaisquer motivos, e que o vínculo entre mãe e bebê é quebrado, são as doações que ajudam a nutrir estes pacientes”, explicou.

De acordo com a enfermeira, atualmente, cerca de 22 pacientes encontram-se internados nas unidades, alguns, com prematuridade extrema. “Agradecemos muito a todas as mães que nos ajudam a alcançar número suficiente para atender a todos os bebês, isso é de suma importância”, disse.

O Banco de Leite de Foz é um projeto criado pelo Rotary Club em 2001, e que, em 2004, ganhou apoio do Hospital Costa Cavalcanti. “Hoje várias entidades colaboram para manter o atendimento. São equipamentos, doados pela Itaipu, mão de obra especializada, por parte da Prefeitura, motorista e carro de apoio para coleta domiciliar, cedido pelo Rotary, e estrutura, insumos, serviços de esterilização e laboratório que o HMCC fornece”, explicou a secretaria Emiliane Horbatiuk.

Atualmente, o espaço é um centro especializado para execução de atividades de coleta de excedentes de produção de leite humano, seu processamento, controle de qualidade e distribuição aos recém-nascidos.

Como doar
Para fazer a doação, as mães podem entrar em contato com o Banco de Leite pelo telefone (45) 3575-7983. É necessário ser uma mulher saudável, que não está amamentando, não faz uso de drogas lícias ou ilícitas. A unidade ainda oferece o serviço de coleta domiciliar, com fornecimento de embalagens próprias para condicionamento do leite, e orientações.

 

 

 

 

Assessoria

Facebook
Google+
Twitter
× Como posso te ajudar?