Projeto Capacita Foz é finalista do Prêmio Braztoa de Sustentabilidade

O projeto Capacita Foz, resultado de um convênio entre a Itaipu Binacional e o Instituto Polo Iguassu, é um dos 10 finalistas do prêmio da Associação Brasileira das Operadoras de Turismo (Braztoa) de Sustentabilidade. O anúncio foi feito pela organização do prêmio na última sexta-feira (1º) por meio deste link (clique aqui). A premiação será no dia 10 de abril, em Lages (SC).

Ao todo, foram inscritas 104 iniciativas de 22 estados do Brasil, além do Distrito Federal e países como França, Colômbia e Portugal, dentre as quais foram selecionadas as dez finalistas. O tema central foi resiliência, com ações sustentáveis adotadas nos negócios ou destinos para “sobreviver e se reinventar na pandemia e que impactaram positivamente as pessoas, o planeta e a economia”, segundo a Braztoa.

Itaipu investiu R$ 4,7 milhões no Capacita Foz para capacitar 250 profissionais ligados à cadeia do turismo em Foz do Iguaçu. O objetivo principal da capacitação é contribuir com os trabalhadores do turismo, comércio e serviços afetados pela crise da covid-19. A proposta surgiu após o sucesso do projeto Capacita Guias, realizado em 2020, como parte do plano de retomada econômica de Foz do Iguaçu. Além das aulas, os participantes recebem uma bolsa de R$ 550 durante os três meses de capacitação.

“Após esse período tão difícil, nós, que tivemos essa oportunidade, poderemos retornar ainda mais capacitados para atender nossos turistas. Agradecemos a todos que trabalharam para que isso fosse possível”, disse Thamara Susan da Cruz, de 34 anos, profissional de turismo há dez anos e guia há seis. Ela foi uma das pessoas formadas no curso de Guia de Turismo oferecido pelo Capacita Foz.

Os cursos ofertados foram: Técnicas para Camareira de Meios de Hospedagem, Qualidade no Atendimento ao Cliente, Técnicas em Recepção de Meios de Hospedagem, Comunicação Assertiva aplicada a Vendas, Organização e Planejamento do Receptivo Turístico, Gestão de Pequenos Negócios em Comércio e Serviços, Gestão de Pessoas em Serviços de Alimentos e Bebidas, Motoristas de Aplicativo, Taxistas, Guias de Turismo, Eventos e Produtor Cultural.

Finalistas Brazotoa

Também estão na disputa iniciativas 1ª Cittaslow do Brasil, Cidade do Bem Viver, da Secretaria Municipal de Turismo de São Paulo; Amastour Turismo de Favela, do Rio de Janeiro; Better World Together 2020-2022, da BWT Operadora; Conexão Baré, da Braziliando Viagens e Vivências; Connection Experience, da Rossi e Zorzanello Feiras e Empreendimentos; Festival Gastronômico de Tubarão, Associação Empresarial – Núcleo de Gastronomia; Joinville Cidade da Experiência, Sebrae de Santa Catarina; Matula Mineira Comidas de Viagem e Outras Memórias; e Vivalá durante a pandemia, Vivalá.

“Essas ações têm muito em comum, principalmente pelas parcerias que foram criadas em prol de um benefício coletivo, com ideias que foram das necessidades imediatas aos planos estratégicos de desenvolvimento a longo prazo”, afirmou o presidente da Braztoa, Roberto Haro Nedelciu. “Brilha os olhos ver que, mesmo diante de uma crise tão dramática, temos tantos casos de união e de reinvenção e que o turismo pode desempenhar um papel de tanta relevância para a sociedade.”

 

 

Assessoria

Facebook
Google+
Twitter
× Como posso te ajudar?