Bebês ganham toucas ao nascer no Hospital Costa Cavalcanti

 

Assim que o pequeno David Matias chegou nos braços da mãe Melanys Yessenia Rodrigues, ela se emocionou. O bebê foi apresentado a ela com um novo acessório: uma touca, que ajuda a manter a temperatura do corpo nos primeiros momentos de vida do recém-nascido.

O item, além de oferecer proteção, também é um presente do Centro de Atendimento a Gestante (Cage) do Hospital Ministro Costa Cavalcanti (HMCC) para a família.

“Eu fiquei muito emocionada, senti o cuidado que ele teve durante todo o parto até esse momento”, afirmou Melanys. A touca, segundo a Dra Danielle Freitas, coordenadora médica do CAGE, ajuda para que o bebê não perca muito calor.

“É uma proteção a mais em que temos com os recém-nascidos. Pela saúde, eles precisam ter a temperatura do corpo mantida, e a touca auxilia nisso já que muitos nascem com poucos cabelos”, afirmou Danielle, que continuou: “é também parte da humanização que temos para este momento”, contou.

O projeto teve início há dois meses. Inicialmente, apenas crianças que nasciam de parto prematuro recebiam a touca, mas logo todos os bebês passaram a receber o presente. “Presente porque, além da proteção, a touca fica para a família como lembrança deste momento sublime que é o nascimento da criança. Uma recordação para os pais”, destacou Dra Danielle.

O Cage do Hospital Costa Cavalcanti realiza cerca de 350 a 400 partos por mês, uma média de 12 por dia. A ideia do uso das toucas é apenas um dos inúmeros projetos de humanização que a equipe tem desenvolvido para o centro. “Temos uma série de ações que serão implantadas na maternidade e que promovem esse cuidado com o bebê e a família”, finalizou a coordenadora médica, Dra Danielle.

 

Assessoria

Facebook
Google+
Twitter
× Como posso te ajudar?