Guarda Municipal de Foz utiliza câmeras para fiscalizar medidas contra a covid-19

 

A tecnologia se tornou uma importante aliada na fiscalização das medidas sanitárias para conter o avanço do novo coronavírus (covid-19) em Foz do Iguaçu. A Guarda Municipal está utilizando câmeras de segurança para acompanhar o comportamento da população em locais públicos e grande movimentação. Os equipamentos monitoram a chegada de ambulâncias vindas do Paraguai e o uso de máscaras na pista de caminhada da Avenida Paraná.

Os principais indicadores da doença tem mantido uma tendência de baixa a partir da segunda metade do mês de abril. Nesta segunda-feira (26), a Vigilância Epidemiológica confirmou 58 novos casos de covid-19, totalizando 33.501 registros de infectados em Foz do Iguaçu, desde o início da pandemia. Deste total, 32.334 já estão recuperadas – média superior a 96,5%.

De acordo com o boletim da Vigilância Epídemiológica, dos 58 novos casos de coronavírus, 26 são em mulheres e 32 em homens, com idades entre 10 e 70 anos. Todos estão em isolamento domiciliar. Do total de casos ativos na cidade, 276 pessoas estão em isolamento domiciliar, com sinais e sintomas leves, e 130 estão internadas.
Foz do Iguaçu registrou ainda, nesta segunda, três óbitos em consequência da covid-19. As mais recentes vítimas são dois homens de 55 e 57 anos e uma mulher de 65 anos. No total, são 761 mortes pela doença no município desde o início da pandemia.

Vigilância eletrônica

De acordo com o secretário de Segurança, Reginaldo da Silva, as câmeras utilizadas permitem aos guardas municipais verificam se as pessoas que caminham na Avenida Paraná estão com máscaras, além de monitorarem a entrada irregular de ambulâncias pela Ponte Internacional da Amizade, na fronteira do Brasil com o Paraguai.
“As câmeras ajudam bastante”, ressaltou Reginaldo, em entrevista à Rádio Cultura. “Primeiro com relação ao fluxo de veículos, principalmente para sabermos pontualmente onde trabalharmos, na questão da orientação, com equipes da Defesa Civil e, em um segundo momento, com a equipe de fiscalização” explicou.

“Estamos monitorando ainda a entrada da cidade, se tem ou não, o teste para covid-19, principalmente a entrada de ambulâncias pela Ponte da Amizade, já que pacientes estavam entrando de forma irregular”, afirmou.

 

 

 

 

GDia

Facebook
Google+
Twitter
× Como posso te ajudar?