Alunos da rede municipal começam a aprender inglês nas escolas de Foz do Iguaçu

“Hello!”, “How are you?”, e “What is your name?”, foram algumas das frases repetidas em coro pelos alunos do 4º ano da rede municipal de educação de Foz do Iguaçu, que começaram nesta segunda-feira (14) a ter um contato direto com o idioma por meio do projeto “Inglês na Escola”.

A iniciativa da Secretaria Municipal da Educação irá atender aos 3.481 alunos do 4º ano, em todas as 50 escolas municipais, e representa um grande avanço na educação do município.

“Começamos um novo período de ensino para essas crianças, que estão crescendo em um mundo cada vez mais globalizado, onde uma segunda língua torna-se necessária. O resultado vem de um esforço muito grande de nossos educadores, que se preparam para esse momento que chegaria e irão cumprir esse papel com excelência”, afirmou o prefeito Chico Brasileiro.

Facilidade de aprendizado

Apesar de ser a primeira aula que frequenta na escola, esse não foi o primeiro contato que Sarah Manuela, de 8 anos, teve com o idioma na escola municipal Papa João Paulo II. Durante a aula, ela era uma das mais participativas, repetindo cada frase e mostrando que vai aproveitar o conteúdo.

“Eu gosto muito de ouvir músicas e assisto desenhos em inglês, então consegui entender muitas palavras que a professora ensinou. Mas eu sei que ainda tenho muito para aprender e vou gostar de participar”, disse.

O Pedro Borgman, 8, também entrou decidido sobre o que gostaria de aprender. “Eu ouço muitas músicas em inglês e pesquiso na internet sobre elas. Quero muito ouvir e conseguir entender na hora”, contou.

De acordo com a secretária da Educação, Maria Justina da Silva, essa é uma fase ideal para que os alunos consigam filtrar o melhor de cada aula e aprenderem com mais facilidade. Os pequenos terão duas aulas na semana, sempre no contraturno escolar.

“Para eles será uma rotina muito boa, pois vão encarar como uma disciplina a mais no currículo, com a mesma dedicação e empenho. Com essa idade, eles conseguem captar muito melhor o que é passado e mantêm uma empolgação bonita de se ver”, destacou a secretária.

Proximidade com o idioma

Até o momento, são 33 professores ministrando as aulas – todos eles já integram a rede de educadores do município e passaram por capacitações sobre o novo método. Outro diferencial marcante será o conteúdo dos materiais didáticos utilizados, que abordam as características de Foz do Iguaçu, como o turismo e a diversidade de povos.

“Eles sabem como Foz recebe pessoas de todos os lugares, então eles vão conseguir assimilar o que está na apostila com o que acontece diariamente. Para quem está ensinando, um material assim deixa tudo mais completo”, explicou o coordenador do projeto, Fabiano de Augustinho.

“Queremos que eles pratiquem e se divirtam, porque esse método de aprendizado é o ideal. É importante que eles se aproximem e não tenham medo de errar ou vergonha ao pronunciar as palavras. Vamos trabalhar assim”, explicou a professora Gabriele Ribas.

 

 

 

 

 Assessoria

Facebook
Google+
Twitter
× Como posso te ajudar?