Centros de Convivência retomam atendimentos para mais de mil crianças iguaçuenses

As tardes passadas no sofá de casa enquanto se divertia com vídeos no celular foram trocadas pelas brincadeiras e exercícios. Esta vai ser a nova rotina de Rute Neves, de 9 anos, uma das quase 1.000 crianças que retornaram às atividades, nesta quinta-feira (3), nos Centros de Convivência em Foz do Iguaçu.

“Eu gosto muito de vir brincar, usar a piscina, conversar com os meus amigos. Os professores passam brincadeiras divertidas para fazer. Em casa eu não fazia quase nada e queria muito voltar”, disse a pequena, que frequenta o Centro de Convivência Leonel de Moura Brizola, em Três Lagoas.

Os alunos são atendidos diariamente no contraturno escolar, com atividades esportivas e culturais que irão durar o ano todo. São aulas de futsal, vôlei, basquete, natação, artes visuais, capoeira, teatro, balé, entre outras diversas opções para incentivar o desenvolvimento das crianças.

“Os Centros de Convivência são extensões das salas de aula, uma alternativa que enriquece muito a formação de habilidades. Trabalhar esse formato tornou-se cada vez mais essencial e temos pensado em novos atrativos”, contou a secretária municipal da Educação, Maria Justina da Silva.

Quem faz questão de aproveitar todas as oficinas, principalmente as esportivas, é a Gabi Souza, de 9 anos. “Eu acho todas elas legais, mas o vôlei é o que eu mais gosto de fazer e fico feliz sempre que posso jogar. Já descansei bastante em casa e agora eu quero vir brincar”, comemorou.

Retorno gradativo

O coordenador dos Centros de Convivência, Carlos Eduardo Rodrigues, ressalta que nesta semana as atividades retornaram em quatro locais: Leonel de Moura Brizola (Três Lagoas); Clóvis Cunha Viana (Lagoa Dourada); Darci Zanatta (Morumbi) e Francisco Bubas (Porto Meira).

Por conta da reforma das quadras, no Centro de Convivência Érico Veríssimo (Jd. São Paulo), temporariamente, não serão realizadas atividades esportivas. No Arnaldo Isidoro de Lima (Vila C), o atendimento será feito de forma escalonada até a chegada de novos professores. Ambos retornam na segunda-feira (7).

“Estamos preparando espaços cada vez mais acolhedores para que as crianças sintam-se acolhidas em um espaço de diversão, aprendizado e encontro com amigos. A cada dia percebemos a alegria em que chegam pelo bom atendimento que recebem”, completou Carlos Eduardo.

 

 

 

 

Assessoria

Facebook
Google+
Twitter
× Como posso te ajudar?