Árvore com mais de 40 metros de altura é retirada por risco de queda no centro

Copel realizam a erradicação de uma árvore com mais de 40 metros de altura na Avenida Paraná, no centro de Foz do Iguaçu.

O serviço atende uma solicitação de empresários da região. Foi constatado o risco de queda da árvore, que está com a raiz apodrecida. Havia o perigo de a árvore atingir a rede elétrica e prejudicar moradores e comerciantes – por este motivo houve a necessidade do apoio das equipes da Copel.

Veículo especializado

A Copel solicitou um veículo especializado para a retirada de árvores de grande porte. O caminhão itinerante fica na cidade de Guarapuava, à disposição de todas as cidades do Paraná. “O trabalho precisa de cautela pelo tamanho e estrutura da árvore. Por isso, solicitamos a presença do caminhão especializado. Trabalhamos em conjunto com a Prefeitura com o objetivo de resguardar o patrimônio público, privado e principalmente a segurança de terceiros,” disse Reinor Aparecido, técnico de manutenção de rede de distribuição de energia da Copel.

Interdição

O trânsito no trecho da Avenida Paraná, entre as Ruas Rui Barbosa e Xavier da Silva ficará interditado até a conclusão dos serviços. Além da sinalização, uma equipe da Guarda Municipal dá apoio e orienta os motoristas e pedestres que passam pelo local.

Solicitações

De acordo com a Secretaria de Meio Ambiente, atualmente são mais de 70 solicitações que aguardam na fila para supressão. A equipe que faz este tipo de serviço também atende as demandas da Defesa Civil. “Nos últimos meses, tivemos diversos temporais que atingiram Foz do Iguaçu, e como prioridade as equipes da Secretaria focaram seus trabalhos no apoio à Defesa Civil, atendendo a comunidade prejudicada. Com isso, os protocolos comuns (como poda e erradicação de árvores) ficaram parados na ordem de cronograma para execução”, explicou Wladimir Simões Amaral, coordenador da Diretoria de Arborização de Foz do Iguaçu.

O coordenador ressalta, ainda, que em mais de 50% dos processos abertos há a necessidade de intervenção da companhia de energia elétrica, a Copel, pois são árvores que ameaçam a rede elétrica.

Orientações

A orientação da Secretaria de Meio Ambiente é que para qualquer ação que envolva a poda drástica ou a erradicação de árvores em locais públicos, o cidadão abra um protocolo, que pode ser feito de forma digital, por meio do portal da Prefeitura de Foz do Iguaçu, ou presencialmente no setor de protocolos da prefeitura.

A abertura do procedimento também é necessária nos casos em que a árvore está dentro de um terreno particular. Equipes da prefeitura fazem a análise da situação e, caso seja confirmado o risco, o cidadão é encaminhado ao Horto Municipal, onde é feito um cálculo de compensação ambiental. O requerente deverá levar o quantitativo de mudas estipulado para a emissão da licença ambiental.

Autuações

Para realizar a poda de árvores em terrenos particulares, o cidadão precisa respeitar algumas determinações. Não é necessário abrir o protocolo junto a prefeitura, mas é proibido fazer a retirada de mais de 30% da massa verde, e é essencial manter o equilíbrio da árvore. Caso essas determinações não sejam respeitadas, o morador poderá ser autuado pelo poder público.

Horto Municipal

Aumentou o número de solicitações para a retirada de árvores em Foz do Iguaçu, porém diminuiu a reposição, o que preocupa a Secretaria de Meio Ambiente. Com o objetivo de reflorestar a cidade, o Horto Municipal disponibiliza toda terça e quinta-feira, das 8h às 13h a doação de árvores.

Assessoria

Facebook
Google+
Twitter
× Como posso te ajudar?