Mais de 25 mil alunos voltam às aulas na rede municipal de ensino

O primeiro dia de aula na rede municipal de ensino de Foz do Iguaçu, nesta segunda-feira (21), foi marcado pela animação dos alunos, que chegaram ainda antes da abertura dos portões. A pequena Melody, aluna do 4º ano da Escola Parigot de Souza estava ansiosa para rever os colegas. “Eu estudo aqui desde o 1º ano, estava com saudade dos meus amigos”, disse.

Mãe do estudante Luiz Eduardo, também do 4º ano, Michele Aquino comemorou o retorno às salas de aula e a implantação do período integral na escola. A partir do dia 3 de março, a Parigot de Souza inicia o projeto-piloto com atendimento das 8h às 17h para todos os alunos do Ensino Fundamental.

“A pandemia trouxe prejuízos enormes pra gente. Eu fiquei sem trabalhar por mais de dois anos para ficar com meus dois filhos em casa e o Luiz teve atrasos no aprendizado. Ele estava no 2º ano quando as aulas foram paralisadas, estava aprendendo a ler e a escrever. Foi um grande impacto para os estudos, e agora com o período integral, será um reforço importante”, contou.

Samanta Farias, mãe do aluno Ricardo, do 3º ano, acompanhou o filho até a sala de aula. A família se mudou de Balneário Camboriu (SC) para Foz há menos de um ano e hoje foi o primeiro dia de aula presencial depois de dois anos no ensino remoto. “Para nós, é uma tranquilidade saber que ele estará na escola em período integral, podendo recuperar os conteúdos e ter outras atividades, novas interações”, disse a mãe.

A secretária da educação, Maria Justina da Silva, acompanhou a volta às aulas e destacou a importância do ensino presencial. “Teremos muito trabalho pela frente para a recuperação de conteúdos. O retorno gradativo no ano passado funcionou perfeitamente e acreditamos que neste ano será ainda melhor. Estamos tão animados quanto os alunos”, disse.

A volta às aulas estava prevista para o dia 8 de fevereiro, mas foi adiada por decisão do Comitê de Enfrentamento à Covid-19 devido ao grande número de casos da doença no início do ano. “Agora, com a redução de casos e a vacinação infantil em andamento, temos ainda mais segurança para esta retomada”, afirmou Justina.

Novidades

Entre as novidades deste ano letivo está a oferta das aulas de inglês no contraturno escolar para alunos do 4º ano do Ensino Fundamental. Na Escola Parigot, onde terá o período integral, serão ofertadas aulas de inglês, espanhol, atividades de educação ambiental, desenvolvimento sustentável, economia solidária, educação financeira, comunicação, uso de mídias e cultura digital.

CMEIs

Nos Centros Municipais de Educação Infantil (CMEIs) o dia foi de acolhimento aos pequenos, que fizeram o reconhecimento do ambiente, brincaram e começaram a interagir com os coleguinhas.

“Depois de tanto tempo em casa, voltar para o ambiente escolar é um processo delicado para todas as crianças. Se antes da pandemia a adaptação já era importante para o desenvolvimento dos pequenos, na retomada das atividades presenciais, o acolhimento é ainda mais importante e imprescindível para a adaptação e o desenvolvimento das crianças” explicou a diretora de educação infantil, Luciana Moreira.

O currículo da educação infantil não é dividido por disciplinas, como nas escolas, e sim por campos de experiências, que trabalham gestos, movimentos, traços, sons, cores, formas, escuta, fala, imaginação e pensamento.

 

 

 

 

 

Assessoria

Facebook
Google+
Twitter
× Como posso te ajudar?