Foz já criou 1,6 mil empregos em oito meses de 2021

Foz do Iguaçu manteve em agosto a tendência de retomada da economia, amparada no avanço da imunização, queda nos indicadores da covid e flexibilização das medidas restritivas. No período, a cidade registrou 342 novos postos de trabalho com carteira assinada. Desde janeiro, foram abertos 1.664 empregos.

Comércio e serviços, turismo, gastronomia e entretenimento lideram a criação de empregos, revelam dados do Caged (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados), órgão do Ministério do Trabalho e Emprego. “Aos poucos Foz, está retomando com vigor sua economia”, afirma o prefeito Chico Brasileiro.

Depois de um início de ano promissor, com saldo positivo em janeiro e fevereiro (mais de mil novos empregos), veio a segunda onda da pandemia paralisando quase todas as atividades, fechando 354 postos de trabalho. “Felizmente, com a vacinação, conseguimos reverter esta curva voltando a gerar oportunidades das pessoas terem seu trabalho”, destacou o prefeito.

O setor de serviços, que abrange atividades relacionadas ao turismo, como rede hoteleira, atrativos, bares e restaurantes, liderou a geração com 266 novos empregos. O comércio em geral também apresentou bom desempenho com 91 contratações no período.

A criação de novos empregos deve acelerar a partir do dia 15 de outubro. Nesta data, voltam a operar com 100% da capacidade todas as atividades comerciais, industriais, religiosas e de serviços. “É uma grande alegria poder falar em liberações após tanto tempo com a necessidade de restrições”, disse Chico Brasileiro.

De acordo com o prefeito, tudo isto é resultado de um esforço de todos em promover a vacinação, estudar os cenários e garantir o retorno gradativo das atividades. No acumulado do ano, de janeiro a agosto, Foz do Iguaçu acumula um saldo positivo de 1.664 empregos.

 

Estadual

Com a criação de 21.973 postos de trabalho formais, o Paraná registrou o melhor saldo em agosto na região Sul e o quarto melhor resultado do País no último mês. O Paraná também ultrapassou a marca de 150 mil vagas no acumulado do ano, com um saldo de 153.696 empregos com carteira assinada em 2021.

O saldo de empregos se manteve positivo durante todos os meses de 2021 no Paraná. No último mês, dos 399 municípios paranaenses, 308 tiveram números positivos na geração de empregos em agosto, 77% do total.

 

 

 

 

 

 

Assessoria

Facebook
Google+
Twitter
× Como posso te ajudar?