Católicos de Foz se preparam para a celebração de Corpus Christi

O Dia de Corpus Christi será celebrado na quinta-feira (3), com uma série de restrições em Foz do Iguaçu. Por conta do alto índice de infecção pela Covid-19 não haverá confecção do tradicional tapete de flores e pós coloridos. Os fiéis poderão acompanhar as missas de forma presencial, mas é preciso estar atento ao distanciamento social e ao uso obrigatório de máscara.

Na catedral Nossa Senhora de Guadalupe, na Vila A, a celebração será às 8h com a presença do bispo Dom Sérgio de Deus Borges. Logo após a missa o sacerdote percorrerá, de carro, algumas das ruas que ficam próximas à igreja. Nesta procissão motorizada será exposto o Santíssimo Sacramento, que abençoará as casas e famílias.

Aqueles que não puderem acompanhar a missa de corpo presente, ou preferirem rezar em casa, poderão assistir a transmissão ao vivo através do Facebook na página @PascomGuadalupe.

“Não poderemos realizar as procissões em honra do senhor, mas vamos celebrar criativamente a sua presença amorosa, restauradora e salvadora na luta contra o mal, contra o esmorecimento, e suplicar a graça de vencermos essa pandemia”, ressaltou o bispo diocesano.

A exemplo do ano passado, cada família pode montar um pequeno altar em frente de casa, com uma toalha branca, um crucifixo e uma vela para receber o Santíssimo. Dessa forma não a risco de aglomeração nem desrespeito às normas sanitárias, e todos podem participar ativamente da solenidade do “corpo e sangue de Cristo”.

Além da catedral, haverá missas às 8h nas comunidades Nossa Senhora de Lourdes e São Sebastião; e as 18h30 nas capelas São José Operário e Nossa Senhora de Fátima.

 

Simbologia 

A festa de Corpus Christi acontece sempre 60 dias depois do Domingo de Páscoa ou na quinta-feira seguinte ao domingo da Santíssima Trindade, em alusão à Quinta-Feira Santa quando Jesus instituiu o sacramento da eucaristia. O evento foi criado pelo Papa Urbano IV em 1264.

 

 

 

 

GDia

Facebook
Google+
Twitter
× Como posso te ajudar?