Samu atende mais de 1.900 casos de covid-19 em cinco meses

 

O Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência e Emergência) de Foz do Iguaçu atendeu, somente em 2021, mais de 1,9 mil ocorrências de casos suspeitos de covid-19. O serviço municipal presta assistência a esses casos desde os primeiros registros da doença. “Nos adequamos para garantir o atendimento à alta demanda gerada pelo coronavírus”, disse a coordenadora-geral do Samu, Ana Paula Campelo.

Equipes de profissionais do serviço foram treinadas para o atendimento das pessoas sintomáticas ou casos confirmados de covid-19. “Os treinamentos prepararam as equipes para os cuidados e para conter a disseminação da doença. Intensificamos os cuidados dos profissionais com o uso de EPIs (equipamentos de proteção individual) e a desinfecção diária das viaturas”.

As adaptações foram feitas com o apoio da Secretaria de Saúde de Foz do Iguaçu, da Itaipu Binacional e da Secretaria Estadual da Saúde com a aquisição de insumos e EPIs necessários para esse atendimento.

“O atendimento do Samu tem sido fundamental no enfrentamento à pandemia desde o princípio, mas, especialmente no momento mais crítico da doença, as equipes do Samu dedicaram-se ao extremo para que nenhuma pessoa deixasse de ser atendida”, afirmou a secretária municipal de Saúde, Rosa Maria Jeronymo.

Convocação

A prefeitura remanejou servidores de outros setores para o serviço e convocou aprovados em concurso público para compor as escalas de enfermagem. Com o aumento do número de casos graves, foi necessária também a implantação de uma viatura específica para realizar a transferência de pacientes para os hospitais de referência.

A chamada Unidade Intermediária de Atendimento é composta por enfermeiro e motorista socorrista, e funciona como apoio à Unidade de Suporte Avançado. Ela é equipada com UTI (Unidade de Terapia Intensiva) Móvel, respirador pulmonar, bomba de infusão, incubadora de transporte e outros materiais de prestação do serviço de emergência.

“Essa ambulância passou a ser o diferencial nesses casos de emergência durante a pandemia. Além dessa unidade, temos ainda duas Unidades de Suporte Avançada, também com os equipamentos de UTI Móvel, mas com médico fixo, cinco Unidades de Suporte Básico e duas motolâncias”, disse Ana Paula Campelo.

 

 

 

Assessoria

Facebook
Google+
Twitter
× Como posso te ajudar?