Barreiras Sanitárias em Foz do Iguaçu terão o apoio da PM e Corpo de Bombeiros

As barreiras sanitárias instaladas na região da Ponte da Amizade para abordar veículos vindos do exterior ganharão o reforço do efetivo da Polícia Militar e Corpo de Bombeiros a partir deste final de semana. A colaboração foi firmada na última quinta-feira (20) pela Prefeitura de Foz do Iguaçu em reunião com o secretário estadual da Segurança Pública, Rômulo Marinho Soares.

Com o apoio das corporações, o número de barreiras será ampliado para cobrir mais pontos da cidade, com barreiras fixas e bloqueios viários itinerantes. A parceria também envolverá as Ações Integradas de Fiscalização Urbana (Aifu), que atuam para coibir o não cumprimento as medidas restritivas em vigor, como a restrição de circulação de pessoas das 18h de sábado (22) às 5h de segunda-feira (24).

O representante do Governo Estadual garantiu que todo o efetivo das corporações será empenhado para contribuir com as ações de fiscalização já realizadas por agentes da Guarda Municipal, Instituto de Transporte e Trânsito de Foz do Iguaçu – Foztrans e servidores da Vigilância Sanitária e Secretaria da Fazenda.

“Com essa colaboração e a ampliação dos pontos, vamos conseguir atuar no fator surpresa e fiscalizar locais diferentes, para abordar veículos estrangeiros com passageiros que buscam atendimento hospitalar de maneira irregular”, afirmou o secretário municipal de Segurança Pública, Reginaldo Silva.

“Iniciamos uma nova fase na ação das barreiras sanitárias. Este pode ser um diferencial para termos a redução na ocupação dos leitos nos hospitais da cidade, que está com a UTI do hospital municipal com 100% de ocupação. Cedemos os nossos servidores para intensificar os trabalhos, pois, sem as barreiras, poderíamos ter um cenário ainda pior da pandemia”, destacou o superintendente do Foztrans, Licério Santos.

Fiscalização sanitária

As abordagens têm a função de controlar a entrada de veículos com placas estrangeiros, exigindo a apresentação do teste RT-PCR negativos para condutores e passageiros.

O trabalho é realizado em um grupo formado por fiscais da Vigilância Sanitária e Secretaria da Fazenda, que realizam a conferência dos testes, além de agentes do Foztrans e da Guarda Municipal, responsáveis pela abordagem dos veículos. Todas as ações são autorizadas via decreto municipal.

 

 

 

Assessoria

Facebook
Google+
Twitter
× Como posso te ajudar?